Famílias vicentinas se consolidam dentro da SSVP Brasil

0
1144

Hoje, no Dia da Família, a SSVP Brasil destaca o impacto significativo que suas ações têm sobre os vicentinos e suas famílias. Três membros compartilham suas experiências pessoais, destacando como a SSVP transcende a assistência material, formando vínculos de solidariedade e transformando vidas.

Um legado de serviço e gratidão

O confrade José Antônio Surreição, 50, de Araras/SP, relembra sua entrada na SSVP em 1991, quando o convite do confrade Augusto Mazzucatto, já falecido, mudou sua vida. “Quando criança, minha avó cuidava de cinco netos e buscava ajuda no, como ela falava, ‘Vicente de Paula’. Lembro da sopa de fubá com couve que ela preparava quando voltava. Anos depois, fui convidado pelo confrade Mazzucato a fazer uma visita à Conferência e percebi que eram eles que ajudaram minha família. Não imaginava que, anos depois, faria parte dessa jornada de amor ao próximo.”, relembra José. 

O Confrade destaca o poder de retribuir: “aprendi a valorizar pessoas e coisas que antes não tinham sentido. Ingressar na SSVP foi uma mudança maravilhosa, abrindo portas em todos os aspectos da vida: familiar, espiritual, social e profissional.”, conta. 

Hoje, José é tesoureiro do Conselho Particular da sua região e integrante da Conferência São João Paulo II, em Araras/SP. Ele e sua família, Flavia Denardi Cavalari Surreição, esposa, 46, e Ana Julia Cavalari Surreição, filha, 17, continuam o legado de serviço e gratidão à SSVP.

Superando desafios com fé e solidariedade

Maria de Lourdes, de Montes Claros/MG, encontrou na SSVP um refúgio em 1999, buscando ajuda para escapar da violência doméstica. Com coragem, ela saiu de casa com o filho pequeno, confiando que a SSVP seria um apoio crucial.

A assistência material foi o primeiro passo, mas Maria de Lourdes buscava mais: “queria emprego e independência.”. Com o apoio da SSVP, ela não apenas superou desafios, mas viu seus filhos construírem suas vidas. “Agradeço todos os dias por esta casa e por tudo que vivemos juntos.”, comenta a consócia.

Hoje, Maria participa ativamente da Conferência local, levando seu neto para participar das atividades e compartilhando sua gratidão e alegria em ser vicentina.

Uma trajetória de dedicação e transformação

Heverton Alves dos Santos, 37, de Engenheiro Beltrão/PR, iniciou sua jornada na SSVP aos 12 anos como assistido. “Questionava por que vicentinos como seu Manoel e seu Aparecido se preocupavam tanto com minha família.”, relembra.

Hoje, presidente da Conferência Santa Rita de Cássia, o confrade destaca a transformação pessoal e seu papel na promoção do bem comum: “da assistência à presidência, a SSVP moldou minha trajetória. Quando me casei, levei minha esposa, Renata, para participar das atividades e até minhas irmãs, Gleiciane e Gleicidaiane, participaram por um bom tempo.”, conta Heverton. 

Atualmente, o confrade é Presidente da Conferência Santa Rita de Cássia, Vice-Presidente do Conselho Central de Campo Mourão e Coordenador da CCA pela Região 3. 

No Dia da Família na SSVP mostra que a ajuda vai além da assistência material, criando uma rede de apoio e solidariedade que transforma vidas. Estas histórias são reflexos da essência da SSVP: uma família unida pelo compromisso com o serviço e amor ao próximo.

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY