Presidente do CNB destaca importância da VOCAÇÃO durante a 50ª Romaria

0
948

Como tem sido amplamente divulgado o lema de trabalho da Diretoria do Conselho Nacional do Brasil – mandato 2022/2026 é “Ser vicentino: uma vocação vivida na Conferência e junto aos Pobres”. Em sua fala na Festa Regulamentar em honra ao Bem-aventurado Antônio Frederico Ozanam e de Fundação da SSVP, durante a 50ª Romaria Nacional dos Vicentinos a Aparecida/SP, no último dia 10 de julho, o Presidente do Conselho Nacional do Brasil, confrade Márcio José da Silva, reforçou diversas orientações.

“Não faz sentido se dizer vicentino ou vicentina, mas não participar ativa e semanalmente de uma Conferência e não fazer as visitas às famílias assistidas e nem participar das atividades da SSVP”, afirmou.

É preciso que todos entendam uma questão primordial no trabalho da SSVP: o vicentino não é um voluntário comum. Ele é um verdadeiro vocacionado. E vocação é “chamado de Deus”.

Então, ser vocacionado é uma coisa completamente diferente. Precisamos debater mais, orientar mais, esclarecer mais. Falar mais disso. Para todos entenderem perfeitamente.

Mais do que nunca é preciso afirmar: a caridade não para, pois as necessidades dos Pobres continuam e se ampliaram durante a pandemia. A quem eles vão pedir ajuda e apoio se não aos vicentinos?

O Presidente recordou, inclusive, os aspectos bíblicos dos cuidados com os Pobres.

E vicentino QUE NÃO PARTICIPA de sua Conferência de forma assídua (constante) NÃO É confrade/consócia. Essa é uma exigência lógica da Regra.

E para fazer um melhor trabalho junto aos Pobres, mais do que apenas entregar cestas, o Presidente colocou até mesmo parte dos recursos financeiros do Conselho Nacional do Brasil à disposição das Conferências, Conselhos e Obras Unidas, algo que, na verdade, já vem acontecendo através dos diversos projetos, campanhas, programas e serviços em plena atividade.

Para isso, agradeceu aos vicentinos, antes de tudo: “Vocês são muito importantes diante de Deus quando, muitas vezes renunciando a si mesmos e aos prazeres da vida, tiram um tempo especial para serem participativos nas Conferências vicentinas…”

Mas alertou sobre a necessidade da retomada das atividades plenas de Conferências e Conselhos, após o período crítico da pandemia, o que não está ocorrendo como deveria em muitos lugares. E orientou: ir atrás dos confrades e consócias que estão relutantes, com medo, incapazes, frustrados, desanimados. “Neste contexto, eu conclamo cada um de nós aqui presentes, e todos aqueles que já estão de volta às atividades vicentinas normalmente: ‘não percamos nenhum dos nossos’”.

Além dessa “chamada de atenção”, o Presidente lembrou sobre o ano temático “Missões: saber cuidar”, do cinquentenário da Romaria a Aparecida/SP, dos 25 anos da beatificação de Antônio Frederico Ozanam e dos 150 anos de fundação da SSVP no Brasil, tudo no ano de 2022.

Destacou ainda sobre o protagonismo dos Conselhos Particulares na vida administrativa da SSVP. “O Conselho Particular é o principal elo de representação e união das ações concretas nas Conferências. Cabe a ele animar, motivar, incentivar e acompanhar toda a ação e organização das atividades vicentinas em sua região, desde a visita aos pobres até o absoluto cumprimento da Regra da SSVP”.

Cada Conselho Particular do Brasil precisa realizar ainda em 2022 pelo menos dois encontros: um de recrutamento de novos membros e outro de formação para seus membros.

Márcio ressaltou também a ação das crianças e jovens, presentes em todas as Conferências, especialmente naquelas destinadas especialmente a eles: as chamadas CCA´s – Conferências de Crianças e Adolescentes.

Houve ainda um momento de reverência em respeito aos corações entristecidos pela dor da perda de alguém querido, e pelas vidas de tantas vítimas fatais da pandemia, confrades, consócias, assistidos, familiares e amigos.

O Presidente nacional, por fim, agradeceu a todas as mulheres, as consócias, pelo grande trabalho que desenvolvem em favor da SSVP. E divulgou a data da próxima Romaria: 5, 6 e 7 de maio de 2023.

Clique aqui para ter acesso à íntegra da manifestação do confrade Márcio. É um rico material de formação vicentina que pode, inclusive, ser usado em eventos da SSVP.

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY