Pré-missão define próximos passos do Projeto Revitaliza Maranhão

0
332
Confrades Heitor e Getúlio, seu filho Daniel e consócia Renata durante a pré-missão

Com objetivo de animar as lideranças locais e diagnosticar a região de Imperatriz/MA, membros do Departamento Missionário do Conselho Nacional do Brasil estiveram na cidade de 25 a 30 de maio em pré-missão. Trata-se do retorno do Projeto Revitaliza Maranhão, iniciado em 2019 e que teve que ser interrompido por causa da pandemia do Coronavírus. Com os dados coletados em mãos, agora o Departamento Missionário prepara a Missão no Maranhão para fortalecimento da SSVP local.

O Revitaliza Maranhão surgiu da necessidade de fortalecer os Conselhos Centrais do estado e incentivar as lideranças locais, contudo teve que ser interrompido devido à pandemia. “Quando o confrade Márcio assumiu a presidência do CNB e escolheu o Departamento Missionário, nos deu como uma das prioridades resgatar o Revitaliza Maranhão assim que a pandemia permitisse. Por isso, fizemos essa pré-missão, para organizar o trabalho missionário local e fazer o diagnóstico do que aconteceu nesses dois anos. Agora, daqui alguns meses, partiremos para a missão”, explica o Coordenador Nacional do Departamento, confrade David Alves Faria.

Nesta pré-missão, participaram pelo Departamento Missionário do CNB, a consócia Renata Santos e José Heitor de Amorim, além do  Padre Alexandre Fonseca, CM, e o confrade Flávio Garcia, coordenador do Departamento Missionário do Conselho Metropolitano de Teresina.

Logo na chegada, o interventor do Conselho Particular de Imperatriz, confrade Getúlio do Espírito Santo, passou um panorama do trabalho vicentino no local e descreveu uma situação bastante preocupante, principalmente em relação ao Conselho Particular Santa Tereza de Avila, além de dar o diagnóstico do trabalho vicentino.

A consócia Renata, que já havia participado do Revitaliza Maranhão em suas origens explica que, infelizmente a pandemia afetou ainda mais a situação local. “A região de Imperatriz é bastante envelhecida, nossos vicentinos lá são idosos em sua grande maioria, o que prejudicou demais as ações durante a pandemia, porque, por motivos óbvios, eles tiveram que ficar em casa. Se a situação já estava preocupante em 2019, agora, piorou. Mas não desanimamos. Até porque ao ver o seu Getúlio, aos 81 anos, representando a SSVP e lutando, não teria como desanimar”, avalia.

Ao todo, a equipe visitou seis paróquias na região e teve dos padres as portas abertas para o trabalho vicentino. “Todos conheciam a SSVP, fomos muito bem recebidos e todos eles ficaram abertos, mas precisam de reforço, assim como a região, para que o trabalho aconteça”, explicou a consócia Renata.

Como a comunicação entre os Conselhos e Conferências é um grande desafio, o Departamento Missionário se reuniu com a consócia Maria da Conceição, interventora do Conselho Central de Imperatriz, que se prontificou a intermediar essa comunicação e fazer as informações da missão chegarem a todos.

Apesar do grande desafio de vencer a barreira da idade avançada dos membros da região, Renata e Heitor contam que uma das grandes surpresas da pré-missão foi o confrade Dário Daril de Deus Sousa. Ele é orientador da Conferência de Crianças e Adolescentes São Longuinho e seu desmembramento fez surgir a Conferência São José Sanches, uma Conferência com 14 jovens fruto de um trabalho proativo, resiliente  e encantador do confrade  Dario. “Ele se mostrou ativo durante toda a pandemia e está resgatando a juventude. Inclusive no último dia da nossa pré-missão, levou 35 jovens em missão ao povoado de Bananal, que fica afastado de Imperatriz”, contam animados. 

Jovens são motivação no Revitaliza Maranhão

Além do diagnóstico para a missão que deverá acontecer em breve, os integrantes da pré-missão ainda visitaram vicentinos que estão afastados das atividades.

Com o diagnóstico em mãos, o Departamento Missionário agora irá preparar o próximo passo do Revitaliza Maranhão, que é a Missão propriamente dita. “O que pudemos ver é que poucas Conferências estão se reunido e essas poucas que conseguem, enfrentam dificuldades de cumprir a Regra. A falta de lideranças e de recursos financeiros são também grandes desafios a serem vencidos, bem como a aproximação entre todas as Conferências e Conselhos. Mas, por outro lado, temos vemos um trabalho com a Juventude reascender a chama do carisma vicentino e uma vontade muito grande dos líderes com quem conversamos em trabalhar e reviver a SSVP na região, bem como uma boa vontade e apoio dos padres com quem conversamos. Isso nos enche de motivação”, explica o Coordenador Nacional David.

Campanha de ajuda

Empatia … É aquilo que nos faz abraçar com bondade e compaixão uma pessoa, um projeto ou uma realidade com misericórdia e total amor. Ela é que faz algo ser duradouro e faz com que sejamos capazes de ouvir atentamente e se identificar melhor com as realidades e situações, e assim buscar maneiras de ajudar e responder ativamente, de forma apropriada. É através dela que conseguimos desenvolver bem nossos trabalhos em grupo em nossas conferências.

“E foi esse o sentimento, que ardeu em nossos corações, por ocasião do XXI Encontro de Presidentes da Região 2, realizado de 27 a 29 de maio, ao ouvirmos as colocações do Departamento Missionário, sobre as dificuldades vividas pela Sociedade de São Vicente de Paulo, em Imperatriz MA. Com a certeza de estarmos contribuindo com o crescimento e fortalecimento da nossa Sociedade de São Vicente de Paulo, e colaborando com as atividades do Projeto Revitaliza Maranhão, nos unimos como Região 2, para que as Missões aconteçam”, conta a Vice-presidente da Região, consócia Margarete Santos, a Margô.

Dados para depósito:

Conselho Nacional do Brasil Banco do Brasil Agência: 1251-3

Conta poupança: 103.024-8 Variação: 96

PIX: 21 9 8463 2746

“Pedimos a todos que divulguem e que incentivem as doações. Pois sozinhos não atingiremos nosso objetivo. Incentivem as doações de todas as Unidades. Sigamos sendo audaciosos e corajosos como Ozanam, um grande exemplo de missionário e mais uma vez, que as missões aconteçam”, finaliza Margô.

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY