“Aonde mandar eu irei, Seu amor não posso ocultar” foi tema do 16º encontro da Região 3

0
315
Após dois anos afastados, 131 confrades e consócias puderam discutir temas relevantes para suas unidades

Entre os dias 3 a 5 de junho, no Centro de Formação Bom Pastor, em Maringá/PR, aconteceu o 16º Encontro da Região 3. Após 2 anos sem reuniões presenciais, 131 confrades e consócias estiveram juntos para discutir sobre o tema “Aonde mandar eu irei, Seu amor não posso ocultar”.

O encontro reuniu presidentes dos Conselhos Metropolitanos (CM’s) de Maringá, Bauru, Campo Grande, Cambé e Curitiba-Porto Alegre e seus respectivos Conselhos Centrais (CC’s), além dos coordenadores metropolitanos e centrais das Comissões de Jovens, das Conferências de Crianças e Adolescentes (CCA’s) e das Ecafo’s, para participarem de palestras temáticas, dinâmicas espirituais e diversos reencontros que tinham como objetivo motivar, capacitar e promover a unidade de trabalho entre os CM’s e os CC’s da Região 3 do Brasil, aproximar o Conselho Nacional do Brasil (CNB) das bases, promover a troca de experiência entre as unidades e reavivar o carisma vicentino, pensando na revitalização da missão.

“O encontro foi importante para a motivação dos vicentinos da Região, que saíram revigorados do Encontro! Também passamos as diretrizes do CNB para trabalharmos em unidade desde as bases. Espero que as mensagens passadas não fiquem nos CC’s,  mas que sejam multiplicadas para os Conselhos Particulares e Conferências. Só com uma SSVP em unidade de trabalho poderemos servir melhor nossos Mestres e Senhores. O Encontro cumpriu todos os seus objetivos”, comenta a consócia Fabiana Oliveira, Presidente da Região 3 e uma das responsáveis pelo evento.

Outro organizador do 16º Encontro, confrade Heverton Santos, Coordenador da CCA da Região 3, também avaliou os aprendizados do final de semana: “foi um encontro cheio de espiritualidade, amor e muito aprendizado para todos nós. A CCA da Região 3 com certeza absorveu muito com esse encontro”.

CRONOGRAMA DO FINAL DE SEMANA

O evento teve início na sexta-feira, 3, com a chegada dos participantes no Centro de Formação e a entrega dos “Kits vicentinhos”. No sábado, as atividades foram iniciadas com um momento espiritual conduzido pelo Assessor Espiritual Nacional, Padre Emanoel Bedê, seguida pela palestra “Missões, Saber Cuidar!”, ministrada pelo confrade David Alves Faria, Coordenador das Missões do CNB. Depois, os vicentinos foram divididos por departamentos – Ecafo, CCA, CJ e presidentes – para as palestras gerais e descentralizadas.

Entre as ações descentralizadas, tiveram as palestras “Missão da Ecafo pós-pandemia”, com o confrade Paulo Nora, coordenador da Ecafo Região 3, “Objetivos, estratégias e plano de ação 2022/2023”, com o confrade César Custódio da Silva, coordenador da Ecafo do CNB e a consócia  Cileia dos Santos Correa, coordenadora da CCA da Região 1, falou sobre “Conferências de Crianças e Adolescentes: servir com alegria e eficácia”.

O tema “Construindo uma CCA Melhor” foi abordado pela consócia Eva Maria Martins, coordenadora do CCA do Conselho Central de Ourinhos, seguida pela apresentação do projeto “Abraçar para fortalecer”, com a consócia Franciele M. Casale, responsável pela iniciativa. A vice-presidente da Região 1, consócia Vânia Peres, apresentou o “Projeto Laços”, do CC de Ibirité/MG.

A Coordenadora Nacional do CCA, Cida Petek, também esteve presente no evento. Ela falou sobre o tema “Assumindo a coragem de liderar: como ser coordenador de CCA, do CM e do CC?”.  Na mesma linha de pensamento, o membro do DENOR, confrade Valdir A. Alves, falou sobre “A responsabilidade da liderança na SSVP”. As palestras descentralizadas também foram palco da oficina da “História das Comissões de Jovens no Brasil”, com a consócia Amanda Dias Moreira, Coordenadora da Comissão Nacional de Jovens (CNJ) da Região 1.

 No sábado de tarde, a palestra geral reuniu os grupos para falar sobre o tema “Aonde mandar eu irei, Seu amor eu não posso ocultar” e a conversa foi liderada pelo Padre Emanoel, que no final do dia conduziu uma vigília de Pentecostes. À  noite, os confrades e consócias  participaram de uma Festa Junina organizada no Centro de Formação.

No domingo todos participaram de uma Celebração Eucarística e discutiram o tema “Ser vicentino, uma vocação vivida na Conferência junto aos Pobres”, liderado pelo confrade César Custódio da Silva, coordenador da Ecafo do CNB. Finalizando, o confrade Mário Lucas de Brito Junior, 4º Vice-presidente do CNB, deu a todos uma palestra sobre o “Protagonismo dos Conselhos Particulares”.

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY