Cambé (PR) é sede do mais novo Metropolitano do país

0
2127

A Região III vicentina é formada pelos Conselhos Metropolitanos de Bauru, Campo Grande, Maringá, Curitiba e, agora, Cambé (PR). O novo Metropolitano do país teve a diretoria empossada ontem (8), na Paróquia Nossa Senhora de Fátima.

O presidente nomeado carrega o amor pela Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) até no nome. Confrade Edson Vicentin (sobrenome de origem italiana) é associado desde 1986. Já ocupou encargos diversificados em Conferências, Conselho Particular, Central e Metropolitano.

Aceitou a missão de presidir o novo Metropolitano pelo desejo de servir. “Acho que posso contribuir na Região para que a SSVP cresça, tenha mais vicentinos e Conferências para atenderem mais famílias carentes. O interesse é fazer com que a Rede de Caridade continue crescendo e eu possa colaborar com o plano de Deus”, assegura.

Integram o novo Metropolitano os Conselhos Centrais de Apucarana, Cambé, Londrina, Jacarezinho, São José de Londrina e Rolândia.

CAMBÉ

Cambé é uma cidade paranaense com população estimada em 106.533 habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O município, segundo o confrade Edson, foi escolhido porque é forte em lideranças vicentinas. Inclusive, os últimos três presidentes do Conselho Metropolitano de Curitiba vieram de lá. A diretoria do Conselho Nacional do Brasil (CNB) também tem três integrantes de Cambé.

POSSE

Confrade Edson Vicentin

A posse da diretoria foi dada pelo presidente nacional da SSVP, confrade Cristian Reis da Luz. Todos os membros empossados fizeram o curso para liderança vicentina da Escola de Capacitação Antônio Frederico Ozanam (Ecafo).

A solenidade contou com a celebração da Santa Missa pelo arcebispo Geremias Steinmetz. Ele descreveu a alegria de estar em meio aos confrades e consócias justamente na Festa da Imaculada Conceição, porque sempre admirou o trabalho da SSVP. Já até estudou em um colégio vicentino.

Arcebispo Dom Geremias Steinmetz

Depois de Missa e posse, foi servido um almoço para os cerca de 800 participantes.

DESAFIO

O confrade Edson conta que além de recrutar membros, um dos desafios será o de integrar as cerca de 28 Obras Unidas da área, para que elas estejam administrativamente organizadas e, assim, possam se desenvolver e melhorar a atuação.

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY