No Haiti, SSVP ajuda 500 famílias em sua luta contra a pandemia

0
771
Crédito da Imagem: Divulgação SSVP Global

Em tempos de emergência coronavírus, a SSVP se mobiliza para prestar serviços relevantes no enfrentamento à pandemia em países em situação de extrema necessidade, como o Líbano, Haiti, Gana, Venezuela e Tanzânia – os dois últimos, países nos quais a SSVP chegou esse ano.

Em matéria anterior desta série, vimos a atuação da SSVP no Líbano. Agora, vamos conferir as atividades realizadas no Haiti.

No HAITI, os vicentinos estão se empenhando em ajudar as famílias mais vulneráveis ​​e na sensibilização da população para evitar o contágio, principalmente nas áreas marginalizadas.

Assim que o alerta de saúde foi acionado, o Conselho Superior do Haiti solicitou ajuda ao Conselho Geral Internacional para combater a pandemia e reuniu todos os presidentes regionais para planejar como intervir e ajudar as áreas mais afetadas.

Para garantir a máxima eficiência na gestão dos recursos, foi nomeada uma comissão para comprar os produtos, preparar as equipes de voluntários e organizar o envio das mercadorias para cada região, de acordo com os níveis de infecção causados ​​pela pandemia.

As sessões de distribuição foram organizadas em nível regional, de acordo com um calendário estabelecido. Cada sessão foi preparada da seguinte forma: um curto período de oração; capacitação da população sobre o vírus e sua forma de contágio e importância dos materiais de proteção; distribuição das cestas de alimentos e kits sanitários e de higiene.

Graças à ajuda efetiva e planejada, os vicentinos haitianos conseguiram chegar a 500 famílias vulneráveis ​​e informaram e sensibilizaram milhares de pessoas por meio de campanhas dirigidas à população mais pobre do país, que sofre duplamente os efeitos da pandemia.

Essa matéria faz parte de uma série de textos sobre a ação da SSVP em todo o mundo, para enfrentamento da pandemia. Na próxima semana, falaremos sobre a atuação no Equador.

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY