Dia Mundial dos Pobres reforça a missão vicentina na sociedade

0
535

Hoje os vicentinos concentram as suas atividades no Dia Mundial dos Pobres, data estabelecida em 2017, pelo Papa Francisco, que convida a sociedade a refletir sobre os menos favorecidos. A Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) tem um papel fundamental nessa questão, onde os confrades e consócias acolhem aqueles que mais necessitam, trabalhando para erradicar a miséria e a desigualdade.

A SSVP foi criada em 1833 com o intuito de aliviar o sofrimento das pessoas vulneráveis e fortalecer a fé daqueles que estavam dispostos a ajudar o próximo. Com o seu trabalho caritativo, os vicentinos auxiliam diariamente cerca de 30 milhões de pessoas ao redor do mundo, com a dedicação de mais de 800 mil voluntários que dedicam seu tempo para estar do lado das pessoas menos favorecidas.

“Nenhuma caridade é estranha à SSVP. Realizamos visitas semanais a famílias, com entrega de alimentos, remédios, fraldas, roupas, móveis, entre outros, de acordo com a necessidade deles”, explica o confrade Cristian Reis da Luz, presidente do Conselho Nacional do Brasil.

Nos últimos anos os vicentinos têm investido em diferentes frentes para construir uma sociedade mais fraterna e menos desigual. Os confrades e consócias realizam ações na área de Projetos Sociais, Obras Sociais, Obras Especiais e trabalho com moradores em situação de rua. “Temos hoje 14 mil conferências, 132 mil vicentinos no Brasil, 9 mil aspirantes, 69 mil famílias assistidas mensalmente e 15,5 mil toneladas de alimentos entregues mensalmente”, conta o confrade Cristian.

Cada obra tem um papel importante na vida do assistido. Os projetos sociais tem um grande enfoque na mudança sistêmica na vida das famílias. “Através das ações financiadas pelo CNB e alguns CMs, as famílias têm a possibilidade de gerar a própria renda e se auto sustentar”, fala o confrade. Exemplo disso, é a história do seu Paulo, que vive no sertão do Ceará, e sustenta a família com seu trabalho de jardinagem. Ele foi contemplado com o Projeto Plantando a Promoção Social, que entregou a ele ferramentas de cultivo e uma bicicleta, para que pudesse realizar o seu serviço.

Fora isso, a SSVP também atua em outras frentes, como as obras sociais e as especiais. Nas sociais, a SSVP cuida de 600 lares de idosos, creches, e hospitais. “Os vicentinos cuidam com dedicação e zelo dos beneficiados”, conta o presidente do CNB. Quanto às especiais, são oferecidos cursos de formação profissional, música, dança, esporte e educação. “A SSVP investe para que milhares de famílias tenham dias melhores”.

Por fim, os moradores em situação de rua também são beneficiados pelos trabalhos da SSVP. “Temos levado alimento, escuta atenta e, em alguns lugares, banho para as pessoas nessas situações. Temos como premissa a visita domiciliar e as casas desses Pobres ‘são as ruas’, por isso, precisam desse nosso olhar”, explica o confrade.

A data de hoje é um convite àqueles que buscam um papel importante dentro da sociedade, olhar para o próximo através dos ensinamentos vicentinos e dar aos Pobres condições de vida favoráveis para que possam viver de forma mais humana. 

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY