Conferência de Santa Bárbara D’Oeste oferece projeto profissionalizante para as famílias assistidas

0
1106

Muito além de dar apoio emergencial às famílias que precisam, a SSVP cria oportunidades para elas se desenvolverem e tomarem as rédeas da própria vida e se tornarem protagonistas . Esse é o objetivo do projeto “Transformando VIdas”, idealizado pela consócia Natalia Palomo Rodrigues, da Conferência Imaculada Conceição, de Santa Bárbara D’Oeste/SP.

“O projeto oferece um programa de capacitação profissional e uma oficina de geração de renda. Nesse programa o participante encontrará oportunidades de iniciar ou se realocar no mercado de trabalho”, explica a coordenadora do projeto.

Ele foi iniciado em 2020, na cidade de Santa Bárbara D’Oeste, e além da profissionalização, também é oferecido a “Oficina das Emoções”, um atendimento psicológico. “Ela foi idealizada a fim de promover a saúde mental e o bem-estar para as famílias atendidas. Mensalmente realizamos palestras com temas voltados para a saúde, direitos e deveres do cidadão, programa sociais federais, prevenção e orientação a drogadição, alimentação, cultura, entre outros temas”, elenca a coordenadora do projeto.

A ideia do projeto “Transformando Vidas” surgiu depois de Natalia observar que as palestras organizadas nas Conferências não eram suficientes. Então, através de conversas com os assistidos, descobriu a ânsia deles por participarem de cursos e foi aí que começou a planejar o projeto. “Estamos felizes com o resultado que vem apresentando. Notamos o interesse e alegria dos atendidos quando eles finalizaram o curso e recebem o certificado, eles demonstram que se sentem importantes e capazes. Acredito que através da educação, podemos diminuir a desigualdade social e resgatar a dignidade humana”, conta.

O “Transformando Vidas” atende todas as famílias assistidas pelas Conferências Vicentinas que compõem o Conselho Particular Região Leste, composta pelo município de Santa Bárbara D’Oeste. Também são disponibilizadas algumas vagas para pessoas de baixa renda que não são atendidas pelas Conferências. Atualmente o projeto conta com 28 famílias. “As oficinas melhoram a qualidade de vida, gerando complementação na renda familiar. Todos os alunos recebem materiais específicos de seu curso e, após a conclusão, o certificado”, lembra Natalia.

Todas as famílias assistidas podem participar do projeto. As ações são divulgadas durante as visitas domiciliares, assim como as inscrições. Para quem não é assistido da SSVP, mas tem interesse em participar do projeto, é possível se candidatar através do WhatsApp  (19) 99246-9187  e marcar um horário para a entrevista social.

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY