Testemunho de fé por confrades e consócias de São José dos Campos

0
1100
Padre Luciano Barbosa

Padre Luciano Barbosa compartilha relato sobre a presença Divina no dia-a-dia

A Sagrada Escritura nos traz inúmeros relatos de testemunho de fé de indivíduos que, abrindo os olhos e os ouvidos para as coisas do céu, se colocaram na escuta do Senhor e deixaram que Ele lhes falasse ao coração e orientasse sua vida.

Recordar e celebrar o testemunho de fé dos mártires de ontem e de hoje na vida da Igreja, é manter viva a memória histórica da fé no Senhor Jesus, que se faz presente na vida do povo de Deus, que celebra a presença de Deus na sua caminhada, entre as provações deste mundo, mantendo acessa a luz da fé e da esperança, de que Deus não abandona o seu povo e quem nele confia.

Como povo de Deus a caminho da casa do Pai, também somos provados na nossa fé e convidados a manter nossos olhos abertos às coisas do céu. A pergunta que Jesus fez aos discípulos: “E vós, quem dizeis que eu sou?” (Mt 16,15), é feita também ao nosso coração de discípulos e discípulas na realidade de hoje. 

Como peregrinos, devemos estar dispostos a acolhermos a graça de Deus, que se manifesta no nosso caminho de crescimento espiritual na vida de fé, mas também como criatura humana que se coloca com humildade diante do Criador. Assim, seremos capazes de reconhecer que Deus não pode ser compreendido apenas através de conceitos compilados pela inteligência humana. Deus é sempre novidade. A fé nele comporta contínuas descobertas e cada resultado alcançado é sempre somente uma etapa, jamais o fim. Acolher esta novidade de Deus, que é Jesus, na vida de fé é acolher a sua graça que nos renova constantemente no seu amor e na sua misericórdia.

Tendo isso mente, nos emociona o relato do nosso assessor espiritual de São José dos Campos, Padre Luciano Barbosa que, com o coração e olhos abertos, sente e vê a presença divina em seu caminho.

“Há alguns dias, eu e alguns colegas da Igreja estávamos em Paraibuna, cidade há cerca de 30Km de São José dos Campos, SP, para uma sessão musical. Ao deixar o local, fomos presenteados com um manjar prontinho em uma tigela de calda para adicionarmos quando chegarmos em casa.

Acontece que, em meio às despedidas, nosso doce presente acabou esquecido em cima do carro!

Percorremos 30Km em velocidades e trânsito variados, num excelente papear.

Apenas quando chegamos a São José foi que nos lembramos do manjar e, surpresa: lá estava ele, em cima do carro, firme, forte e inteiro, assim como sua calda, que não derramou uma gota sequer!

Confrades e consócias, à luz da fé, acredito que esse acontecimento singelo representou em nossos dias a paz daqueles que estão com Jesus. Quando estamos com ele, pode haver perseguição, intempéries e desafios, mas estaremos sólidos, protegidos, enraizados.

Uma simbologia da força do Cristo Ressuscitado, que nos abraça e nos protege.

Que todos nós permaneçamos conscientes da presença divina em nossa vida!”.

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY