Campanha da Fraternidade 2023: “Fraternidade e fome” é o tema escolhido para este ano

0
1827

“A fome é um crime”. Essa é a frase que inicia a entrevista com o Coordenador Nacional da Ecafo, César Custódio da Silva, no vídeo sobre a Reunião Plenária de 2023. A cada ano, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) escolhe um tema para a Campanha da Fraternidade, e o tema deste ano é “Fraternidade e fome”. Esse assunto está diretamente relacionado com a realidade da SSVP Brasil, que leva diariamente confrades e consócias às casas das pessoas que mais precisam de ajuda.

No vídeo de lançamento da Campanha do CNBB, a Obra Especial “Mãos que Alimentam”, da Conferência de Criança e Adolescente (CCA) Menino Jesus, de Barbacena/MG, é citada como um exemplo de ações que os vicentinos fazem tendo a missão de acabar com a fome no país.

A Campanha da Fraternidade é realizada anualmente durante a Quaresma, com o objetivo de despertar o espírito comunitário e cristão na busca do bem comum, educar para a vida em fraternidade e renovar a consciência da responsabilidade de todos pela ação evangelizadora, em vista de uma sociedade justa e solidária.

Segundo o Coordenador Nacional da Ecafo, “a cada ano, a Igreja escolhe um tema para ser refletido e transformado em ação concreta de solidariedade, e em 2023, o tema é ‘Fraternidade e fome’, com o lema ‘Dai-lhes vós mesmos de comer’ (Mt 14,16)”. De acordo com o confrade, o tema está em sintonia com os princípios da SSVP, que busca, diariamente, promover uma mudança sistemática na vida das famílias assistidas, sendo uma das etapas acabar com a fome dos mais Pobres.

Desde a sua criação em 1961, por três padres que trabalhavam pela Cáritas no Brasil, a Campanha da Fraternidade tem como objetivo arrecadar fundos para ajudar os mais necessitados. Em 1964, a iniciativa foi lançada em nível nacional pela CNBB com o tema “Igreja em Renovação”. Desde então, a Campanha da Fraternidade é um convite para que todos os cristãos se convertam à prática da justiça social, solidariedade, partilha e amor ao próximo.

Para contribuir com a Campanha da Fraternidade, é possível participar da Coleta Nacional da Solidariedade, que ocorre anualmente no Domingo de Ramos nas igrejas católicas de todo o Brasil. Conforme destacou César, “todos são convidados a participar da campanha, dando eco às vozes que se levantam em prol da justiça social e solidariedade, transformando o tema em ação concreta de solidariedade em suas comunidades e vidas pessoais”.

Além disso, para promover momentos de estudo e informação sobre o tema, César também destaca que a Ecafo realiza debates com as demais pastorais e movimentos da Igreja e com o poder público. É importante ressaltar que os recursos arrecadados pela Campanha da Fraternidade integram os Fundos Diocesanos e Nacional de Solidariedade e contribuem para a promoção da dignidade humana, o compromisso com os Pobres e a vida plena.

Para saber mais sobre o tema e saber como as arrecadações são aplicadas, assista ao material produzido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil: https://www.youtube.com/watch?v=mExCVYQCPw0 

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY