Projeto de Conferência do Rio de Janeiro é contemplado pelo CGI

0
1625

A Conferência Santa Mônica, do Rio de Janeiro, teve um Projeto Social contemplado pela CIAD (Comissão Internacional de Ajuda e Desenvolvimento), departamento do Conselho Geral Internacional (CGI) que apoia e financia projetos em todo o mundo. Os vicentinos de lá, que trabalham com a comunidade do Vidigal há 30 anos, receberão ajuda financeira para o Projeto Social Leigos em Saída – Encontro com as Comunidades, que trabalha não só com a alimentação dos assistidos, mas principalmente com a real promoção deles.

Há cerca de um ano a Conferência Santa Mônica, sediada no bairro Leblon, se inspirou no Papa Francisco para elaborar o Projeto. “Nos baseamos no conceito do Papa, cultura do encontro através da Igreja em saída na direção das periferias. Há 30 anos estamos na comunidade do Vidigal e sabemos o quão difícil é para as pessoas sair da condição e das dificuldades em que se encontram. E o Projeto vem neste sentido, trabalhando em seis módulos: alimentação, saúde física e mental, reforço de educação básica, emprego e formação profissional, bem-estar espiritual e moradia. Estamos detectando as aspirações de cada uma das pessoas que vão integrar o Projeto em seus módulos para ensinar a pescar, ajudar na promoção real de suas vidas”, conta o presidente da Conferência, João Carvalho da Fonseca, mais conhecido por Fonseca.

Após receber a aprovação e o apoio do Conselho Metropolitano do Rio de Janeiro e do Conselho Nacional do Brasil, o projeto foi avaliado e revisado pela Vice-Presidência Territorial do CGI para a América do Sul, antes de ser submetido à CIAD. Segundo o Vice-Presidente Territorial para a América do Sul, confrade Júlio Lima, o projeto está alinhado com as diretrizes para financiamento de projetos pelo CGI: “a doação enviada pelo CGI será uma ferramenta para a arrancada do projeto, em seu primeiro módulo, um apoio para que a Conferência avance na execução dos demais módulos do projeto visando a promoção integral das famílias assistidas”, afirmou.    

A ajuda solicitada ao CGI corresponde ao módulo 1 e visa garantir alimentação a 22 famílias apoiadas pela Conferência, com ao menos duas refeições por dia. Para cumprir esse primeiro objetivo a Conferência receberá da CIAD o aporte de 4750 Euros. “Vamos também ver a possibilidade de usar parte do recurso no módulo da Educação. Temos vários parceiros nos módulos e estamos buscando outros”, avalia Fonseca.

Uma inovação no projeto da Conferência Santa Mônica é a previsão de utilização de um aplicativo digital para o diagnóstico e registro da evolução das famílias atendidas pelo projeto em todos os seis módulos. A Conferência pretende contar com o apoio de uma organização especializada em inovação social digital para desenvolver essa ferramenta.

Além das visitas e da ajuda às famílias assistidas na comunidade, a Conferência Santa Mônica mantém um serviço de apoio para crianças em idade escolar e apoia também a creche Santo Amaro, que atende crianças carentes do Vidigal.

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY