Presidente do CNB participa de Assembleia do Conselho Geral em Paris

0
607

O presidente do Conselho Nacional do Brasil, confrade Márcio José da Silva, representou nosso país na Assembleia Geral do Conselho Geral Internacional, realizada de 13 a 17 de junho em Paris, na França. 

O primeiro dia de evento foi marcado pela Reunião dos Vice-presidentes Territoriais (VPTIs), com a presença do Vice para América Latina, confrade Júlio Marques, do Brasil. O presidente do CNB participou como ouvinte. 

Nos dias que se seguiram, o confrade Márcio participou da reunião do Comitê Executivo Internacional, composto pelos 20 países com maior quantidade de vicentinos pelo mundo. O 16º Presidente–Geral do CGI, o brasileiro confrade Renato Lima, fez um relatório moral, passando todas as atividades do Conselho Geral, aprovou o calendário 2022/2023. Entre os temas debatidos, estavam a mudança de artigos do Estatuto do CGI. A Secretária-geral, consócia Marie-Françoise Salesiani-Payet, também apresentou os trabalhos.

Durante o Encontro, os departamentos e comissões do Conselho Geral atualizaram, com detalhes, os projetos e iniciativas em andamento nos campos da formação, juventude, comunicação, gestão administrativa, finanças, governança, transparência, ouvidoria, relações públicas com o Vaticano e as Nações Unidas, canonização de Ozanam, crise na Ucrânia (parceria estratégica com a Depaul International), solidariedade global e a situação da adesão à logomarca pelos países que formam a nossa Confederação. A Comissão de Estatutos concluiu os trabalhos que duraram dois anos, apresentando algumas mudanças que serão votadas em 2023, na Assembleia de Roma.

“Pessoalmente, fiquei muito emocionado em ver o caso da Ucrânia. Tantos vicentinos atuando em um país em guerra, em nome dos nossos Mestres e Senhores. Lá estão os vicentinos, sem reclamar e ajudando aquelas pessoas. Esse é o verdadeiro carisma vicentino”, afirmou confrade Márcio. 

Márcio também esteve na entrega Medalha “Caridade na Esperança” foi concedida à ONG “Fraternidade sem Fronteiras”, presente em oito países (Estados Unidos, Brasil, Haiti, Senegal, Moçambique, Madagascar, Malawi e Congo), representada pelo brasileiro Ranieri Dias Lima, Vice-presidente da entidade. Em seguida, foi firmado o acordo de cooperação internacional com a entidade, buscando uma maior aproximação entre as duas organizações. 

Durante o evento, o 16º Presidente–Geral do CGI, confrade Renato Lima, lançou o guia rápido “Como criar uma Conferência em 7 Semanas” e o  Concurso cultural “Educação e Caridade”, apresentado pelo brasileiro confrade Willian Alves, Vice-presidente Internacional de Juventude, Crianças e Adolescentes. 

Confrade Márcio ainda participou da peregrinação vicentina, na cidade de Châtillon-sur-Charalonne (antiga “Châtillon-les-Dombes”), onde São Vicente de Paulo fundou, em 1617, a Sociedade das Damas da Caridade, hoje conhecida como Associação Internacional de Caridades (AIC) e onde ele descobriu que a caridade organizada deveria ser organizada. “Foi muito emocionante estar lá, pudemos conhecer a paróquia onde São Vicente realizava as missas, a paróquia onde ele fundou a Congregação da Missão e a casa onde foi criada a AIC””, conta. 

O balanço, segundo o presidente do CNB foi muito positivo. “A Plenária Anual do Conselho Geral Internacional é importantíssima. Ela vota todas as diretrizes para a manutenção da SSVP. Aprovamos resoluções importantes, conseguimos ter um panorama real de tudo o que está acontecendo no mundo e ter o Brasil, maior país vicentino do mundo, representado no Encontro é muito importante”, avalia.

A próxima Plenária será em Roma, em 2023, onde será realizada a eleição do CGI. “Desde hoje, o Brasil está em oração para que seja uma eleição bem sucedida e que eleja um presidente que ame os Pobres, que participe semanalmente de sua Conferência e das visitas aos Pobres, porque ser Vicentino é uma vocação vivida junto aos Pobres”, finaliza

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY