Morre Monsenhor Jonas Abib, fundador da Canção Nova e filho de vicentino

0
1925
crédito: Canção Nova

Com muita tristeza, lamentamos o falecimento de Monsenhor Jonas Abib, fundador da Canção Nova, na noite desta segunda-feira, 12 de dezembro, aos 85 anos. Nascido em 21 de dezembro de 1936, em Elias Fausto, no interior de São Paulo, Monsenhor Jonas Abib era filho do vicentino confrade Sérgio Abib e de Josepha Pacheco Abib. 

O religioso se destacou não só no Brasil, mas na América Latina, por evangelizar por meios de comunicação e de grandes eventos. 

Ligação Vicentina

Monsenhor Jonas Abib era filho de vicentino, o confrade Sérgio Abib. A história de seu pai foi cantada através da música “O construtor do céu (Homenagem ao Pai do Monsenhor Jonas Abib)”, do projeto Cantando a Caridade, composta pelo confrade Paulo César Felizardo da Silva, da Conferência Mãe Rainha Três Vezes Admirável, em Lorena (SP).

O confrade Paulo explica que conheceu o Monsenhor muito jovem, na década de 80. “Ele ainda era apenas um Padre Salesiano no Colégio São Joaquim, em Lorena/SP, onde timidamente ensaiava criar um pequeno grupo de jovens. Toquei em algumas missas e encontros da renovação carismática com ele. Ele eventualmente visitava meus pais em nossa casa, pois eram amigos. Meu pai foi membro do Conselho Curador da Fundação João Paulo II (Canção Nova)”, lembra.


Em 2003, Paulo descobriu que o seu pai do Monsenhor, confrade Sérgio Abib, foi vicentino e resgatou toda sua trajetória vicentina por meio das atas da conferência São João Bosco, Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Nova Cachoeirinha (SP). “Presenteei o Monsenhor com o resgate dessa história vicentina e ,ao recebê-la, me enviou um cartão de agradecimento emocionado. Nesta mesma ocasião, a Canção Nova, abriu suas portas para realização do nosso AVIV – Avivamento Vicentino que anualmente realizamos com transmissão ao vivo pela TV .Em 2019, senti uma forte inspiração de contar a história do confrade Sérgio Abib através da música que carinhosamente foi gravada pelo Dunga, que também a fiz chegar até Monsenhor Jonas Abib e me agradeceu pelo presente”, conta o confrade emocionado.

Conheça a música, com composição e melodia de Paulo César Felizardo da Silva, interpretação de Dunga e arranjos de José Augusto Felizardo e Boy Gethsemane:

A vida de Monsenhor

Aos 12 anos, iniciou os estudos na Congregação Salesiana, em Lavrinhas (SP), para depois estudar Filosofia, no Instituto Salesiano de Filosofia e Pedagogia, em Lorena (SP), e Teologia no Instituto Teológico Salesiano Pio XI, em São Paulo (SP).

Foi ordenado sacerdote em 1964 e adotou o lema “Feito tudo para todos”. Trabalhou com a juventude de São Paulo, fazendo encontros e retiros. O trabalho com os jovens ficou ainda mais forte depois de ingressar na Renovação Carismática Católica (RCC). 

Monsenhor Jonas Abid fundou a Comunidade Canção Nova, em 2 de fevereiro de 1978, com a missão de evangelizar comunicando Jesus e a vida nova que Ele veio trazer, por meio de encontros e meios de comunicação social. Em 1980, inaugurou a Rádio Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP), e em 1989, a TV Canção Nova.

Lançou  o seu primeiro LP, “O Amor Vencerá”, na década de 1970 e não parou mais de produzir, chegando a gravar o DVD “Como é linda nossa família”, aos 70 anos.

Em 2002, o Monsenhor encontrou-se com o Papa João Paulo II, o que ele considerou a confirmação de sua missão.

 Em 2006, recebeu, pela TV Canção Nova, o prêmio Santa Clara, da CNBB, pelo documentário Concílio Vaticano II. 

O título de Monsenhor foi concedido pelo Vaticano no dia 17 de outubro de 2007, a pedido de Benedito Beni dos Santos, então bispo da Diocese de Lorena (SP), da qual a Canção Nova faz parte, em forma de reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à Igreja e ao povo de Deus.

Em janeiro de 2010, a Canção Nova foi oficialmente admitida na Família Salesiana, aprovada pelo Conselho Geral dos Salesianos, em Roma, e o Reconhecimento Pontifício Definitivo da Comunidade Católica aconteceu em 29 de junho de 2014, dia da Solenidade de São Pedro e São Paulo. Naquele mesmo ano, foi realizada a Cerimônia de Dedicação do Santuário do Pai das Misericórdias, na sede da Canção Nova e também celebrados os 50 anos de sacerdócio de Monsenhor Jonas Abib.

Monsenhor Jonas Abid também recebeu o título de Doutor Honoris Causa em Comunicação Pastoral, concedido pelo Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium – UniSalesiano, em 31 de março de 2017.

Além de fundador da Canção Nova, o Monsenhor era presidente da Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação e da Rede de Desenvolvimento Social Canção Nova. Ele ainda foi vice-presidente da Diretoria Executiva da Fraternidade Católica Internacional, órgão ligado ao Pontifício Conselho para Leigos da Santa Sé, em Roma, e foi um dos membros do Conselho Nacional da Renovação Carismática Católica no Brasil (RCC).

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY