Padre Eli reflete sobre os santos celebrados no mês de maio

0
359

A covite da redação do site da SSVP, o Padre Eli Chaves, fez uma reflexão sobre os santos do mês: Santo Antônio (dia 13), São João (dia 24) e São Pedro (dia 29). Leia na íntegra o texto desenvolvido por ele para este mês tão festivo da Igreja Católica! 

Falar em santos e em santidade nos dias parece coisa meio fora de moda. Mas muita gente ainda guarda bem vivos em seus corações, os seus santos de devoção. E, agora em junho, se manifestam fortes as devoções nos grandes três santos juninos, tão populares e com suas muitas tradições e festividades. 

São João! / Com tua roupa de pele e um pequeno cordeiro, / eu te vejo, ó meu santo padroeiro / passeando nas margens do rio Jordão / e peço: Lava nessas águas meu coração!

Também vejo Santo Antônio, outro santo de junho, / que vem com a tocha do amor em punho! 

– Eu peço um amor para mim, Santo Antônio, / e, se possível, um bom matrimônio…

Lá vai São Pedro em sua barca, remando, / pescador incansável as redes lançando. / 

– São Pedro, pesca minha alma e livra-a do mar revolto / e leva-a em tua barca, porque sei que vais / no rumo alegre e solto / do amor e da paz! (Ruth Salles)

Na devoção dos santos, com suas práticas religiosas e festivas, as pessoas, em suas alegrias e tristezas, angústias e esperanças, manifestam e cultivam algo que se esconde no mais íntimo de seus corações. Na agitação da vida diária, tão marcada pelo individualismo, consumismo, sofisticação da tecnologia, injustiças e sofrimentos, as pessoas encontram e sonham no testemunho dos santos algo que o mundo não lhes pode dar: a gratuidade da festa e da vida, a convivência fraterna na amizade e solidariedade, o enfrentamento da dor e do sofrimento, a harmonia com a natureza, a vida na justiça e na paz, a tão sonhada felicidade.

Os santos são pessoas que, em seus anseios mais profundos, encontram em Deus revelado em Cristo o sentido, o caminho e a meta de suas vidas. São pessoas que procuram encarnar na vida a Palavra de Deus. Unem-se a Cristo e, sob ação da graça divina, buscam conduzir suas vidas com amor e encontram a alegria e a força de viver, encontram sua grande dignidade, a autêntica liberdade, a vitalidade para amar e servir os outros. São exemplos de vida que nos inspiram. 

Santo Antônio, de Pádua ou de Lisboa, é o grande missionário pregador, amante da Palavra de Deus, que nos ensina a partilhar o pão da Palavra e o pão material. Cheio de amor a Deus e de caridade para com as famílias, os pobres e os sofredores, é o santo que nos chama a centrar nossa vida em Jesus e a vivê-la na missão e na caridade. São João Batista é o profeta que anuncia o Salvador que vem. Com sua vida austera e palavra direta e convicta, é o arauto da esperança, que anima o povo na fé, convida à conversão, abertura e renovação do coração para acolher Jesus, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. São Pedro é o apóstolo pescador, escolhido por Jesus para liderar e animar a caminhada dos discípulos, na unidade como irmãos e irmãs de fé, na missão de difundir o Evangelho e na fidelidade aos ensinamentos do Mestre. Sua figura tão humana, sincera e decidida, nos chama a ser Igreja de Cristo, amando-a, mesmo com todas as tempestades da vida. 

Os santos, que já chegaram à presença de Deus, nos protegem, amparam e acompanham, afirma o Papa Francisco. Mesmo que a cultura dominante e secularista não os valorize e até mesmo os ridicularize, os santos estão aí, são memórias vivas de Deus em nossa vida e no mundo; são testemunhas que nos ajudam a acordar e cultivar em nossas vidas e trabalhos, o sonho da felicidade, o sonho do mundo novo anunciado e instaurado por Jesus. Os testemunhos de vida dos santos ajudam-nos a celebrar e assumir a vida na alegria e na gratuidade do amor. Ajudam-nos a configurar o nosso coração e mente, o uso de nosso tempo e energia e as nossas atividades e compromissos, de forma que possamos caminhar em e com Jesus, como um servidor dos outros… 

Cabe a cada um de nós, nas condições próprias da vida de cada um e sob a ação do Espírito Santo, discernir e fazer seu caminho de santidade, colocando-se nos passos de Jesus, que nos leva ao amor, a Deus e ao próximo, e encontrar o verdadeiro segredo da felicidade!  Santo Antônio, São Pedro e São João e todos os santos e santas, rogai por nós!!

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY