Rede de Caridade ajuda a pagar encargos de funcionários em Tocantins

0
377
Salão de eventos do Abrigo João XXIII

A diretoria do Abrigo João XXIII, em Porto Nacional (TO), conseguiu quitar encargos sociais – a exemplo do FGTS e INSS – dos funcionários, referentes ao mês de maio. A Obra Unida, que fica na área do Conselho Metropolitano de Anápolis (GO), recebeu recursos do projeto Rede de Caridade, e utilizou o dinheiro para quitar as obrigações trabalhistas.

O Abrigo João XXIII é um dos 600 Lares de Idosos que a Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) administra no país. Desde o início da pandemia, o Conselho Nacional do Brasil (CNB) começou o projeto Rede de Caridade com o intuito de angariar doações de pessoas físicas e jurídicas em prol dessas Unidades Vicentinas. Para ser um (a) doador (a), acesse: www.rededecaridadessvp.com.br

Em Porto Nacional, as dificuldades para quitar os encargos sociais dos funcionários aumentaram à medida que as doações diminuíram com a crise financeira resultante da Covid-19.

O presidente da Obra é o confrade Valdomiro Antônio de Castilhos. Ele comemorou muito o auxílio recebido. “É importante saber que muitas pessoas estão contribuindo. Precisamos ajudar esses idosos que não têm família. No Lar, eles estão bem cuidados. Espero que muito mais instituições sejam contempladas”.

Moram no Abrigo João XXIII 14 idosos e trabalham no local 18 funcionários. Todos eles fizeram o exame da Covid-19 na semana passada, financiado pela Prefeitura, e ninguém está infectado.

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY