Projeto 13 Casas, com verba de R$ 300 mil, está com inscrições abertas

0
775

O Conselho Nacional do Brasil e a Família Vicentina lançaram o edital 2024 para o Projeto 13 Casas, com a finalidade de desenvolver projetos colaborativos e em resposta prática à condição dos desabrigados. As Unidades Vicentinas têm até às 23h59 do dia 07/05/2024 para encaminhar seus projetos para o e-mail [email protected]. O CNB disponibilizou pelo menos R$ 300 mil dos recursos arrecadados com a Contribuição da Solidariedade aos Projetos “13 Casas”, não havendo número determinado de contemplados.

O edital, bem como seus anexos (Formulário de Projeto, Modelos de Relatórios de acompanhamento e final, e Conceitos e Esclarecimentos) estão disponíveis no site da SSVP Brasil, no link: https://ssvpbrasil.org.br/projeto-13-casas.

As moradias propostas podem atender pessoas sem teto em situação de rua ou pessoas em risco de ficar sem casa, em habitações inadequadas, refugiados ou pessoas deslocadas assistidas pelas Unidades Vicentinas da SSVP e/ou pelos ramos da Família Vicentina.

“O ‘13 Casas’ vai contemplar projeto idealizados pelas Unidades vinculadas à Sociedade de São Vicente de Paulo no Brasil, em colaboração com outros ramos da Família Vicentina, Paróquias, Pastorais e/ou organizações parceiras, visando à promoção humana das pessoas sem teto em situação de rua ou pessoas em risco de ficar sem casa, habitantes de bairros marginalizados (favelas), refugiados ou pessoas deslocadas, com prioridade na construção ou reformas de moradias e respectiva mudança de estruturas dos possíveis beneficiários”, explica Márcia Moreschi, representante da Família Vicentina no CNB.

O Presidente do CNB, confrade Márcio José da Silva, explica que desde o ano passado o Conselho se envolveu com a iniciativa do 13 Casas, dada à importância de se olhar para todos os tipos de pobreza existentes. “A SSVP, através de suas Unidades e do próprio CNB, faziam ações isoladas, mas no ano passado resolvemos abraçar com orçamento próprio o 13 Casas, idealizado pela Família Vicentina. Em 2023, foram 17 projetos contemplados. Neste ano, disponibilizaremos, pelo menos R$ 300 mil para as ações e atenderemos os projetos elegíveis até esgotar o montante de recursos previsto. Os projetos adicionais, ainda que elegíveis para o apoio adicional do CNB, ficarão condicionados a disponibilidade de recursos”, conta Márcio.

Márcio conclama a participação das Unidades Vicentinas na ação. “Os vicentinos devem ter um olhar atento às suas famílias assistidas. Quantas delas não moram em condições desumanas e que lhes tiram a dignidade. Ter um teto para morar é o básico e temos que ajudar. Então, façam seus projetos com carinho, busquem os parceiros e se inscrevam”, finaliza.

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY