Lar compra alimentos e remédios com doações do Rede de Caridade

0
334
A Casa do Idoso Raimundo Nava fica em Grajaú, no Maranhão

As doações do projeto Rede de Caridade chegaram ao Estado do Maranhão. Em Grajaú, a Casa do Idoso Raimundo Nava estava passando por dificuldades para a compra de alimentos e remédios. A instituição é uma das 600 que a Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) administra no Brasil.

“Pudemos comprar de tudo: carne, frango, peixe, verdura, frutas e os remédios que necessitávamos”, comemora a cuidadora Joana Ribeiro Lopes.

A Casa do Idoso Raimundo Nava tem 12 moradores e quatro funcionários. Até o momento, ninguém contraiu a Covid-19.

Joana diz que não falta comida, porque a comunidade sempre doa quando é necessário, no entanto, o estoque estava baixo. Foi por isso que o Lar pediu ajuda ao Rede de Caridade e foi contemplado.

Para a cuidadora, as doações refletem o carinho e o cuidado da comunidade com os idosos. “Temos que pensar que também vamos envelhecer e, um dia, pode ser que também estejamos em um Lar de Idosos, precisando de ajuda. A todos que contribuíram, o meu obrigada. Que Deus dê tudo em dobro a vocês”.

Faça parte! A Rede de Caridade é uma campanha nacional para integrar pessoas de boa vontade no cuidado e apoio aos 34 mil idosos que moram em Lares pertencentes à Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP). Lançada nesta semana, a iniciativa se torna necessária por causa das dificuldades decorrentes ao novo Coronavírus. As doações de alimentos diminuíram consideravelmente. Faltam, inclusive, itens de higiene fundamentais ao combate da doença.

Para integrar a Rede de Caridade que se forma pelo cuidado aos idosos, os voluntários podem fazer doações em dinheiro na plataforma digital criada para a campanha. Ela está disponível no site www.rededecaridadessvp.com.br. É possível contribuir de forma segura por meio do pagamento de boleto, Paypal ou cartão de crédito.

O dinheiro das doações vai ser usado para auxiliar os cerca de 600 Lares de Idosos da SSVP neste momento, protegendo os vovôs e vovós da Covid-19, além de garantir que não faltem alimentação, remédios, itens de higiene, equipamentos de segurança e cuidados a eles. “Já ouvimos tantas vezes que ‘o Coronavírus só mata velhos’, no entanto, quem disse que nossos idosos querem ou merecem morrer? Pelo tanto que já trabalharam e contribuíram com a sociedade, hoje, são dignos da nossa empatia, respeito e amor”, defende o confrade Márcio José Silva, gestor de Crise da SSVP no Brasil.

Contribuições em alimentos e itens de higiene e limpeza também são bem-vindas. Basta encaminhá-las diretamente aos Lares Vicentinos. Para saber onde tem um próximo a você, entre em contato pelo WhatsApp (21) 99507-2944.

A SSVP é mantenedora de 1/3 dos Lares de Idosos em funcionamento no país. Eles são todos beneficentes.

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY