Projetos Sociais: mais assistidos sendo auxiliados

0
1380
Hairdresser web banner or landing page set. Idea of hair care in salon. Scissors and brush, shampoo and haircut process. Hair treatment and styling. Isolated vector illustration

Muito mais do que dar ao Pobre a cesta básica, o acolhimento, a assistência espiritual, a SSVP se preocupa em ajudar os assistidos a caminharem com as próprias pernas e poderem fazer o melhor para suas famílias. Muitos já foram contemplados com a ajuda os Projetos Sociais escolhidos pelo CNB por todo o país.

No primeiro semestre deste ano, seis projetos foram contemplados e já começam a ganhar vida. Há algum tempo, mostramos para vocês o “Embelezando a Vida”, realizado por uma assistida pela Conferência São José Operário, da cidade de Umuarama, no Paraná.

Hoje, vamos contar a história de empoderamento feminino de uma mãe e duas filhas assistidas pela Conferência São João Apóstolo, do Conselho Metropolitano de Maringá, no Paraná.

Vera Lúcia Diniz de 38 anos, e as filhas Maria Eduarda (18 anos) e Ana Carolina (11 anos) foram contempladas para colocar em prática o projeto “Delícias de Vera”. Para que o sonho delas de fazer bolos, salgadinhos, pães salgados e doces e docinhos de festas saísse do papel era necessária a construção de uma cozinha externa em sua casa.

O local foi construído com doação do CC e da comunidade. Depois de pronta, foi equipada por geladeira, fogão, eletrodomésticos, entre eles uma fritadeira, pia e a bancada com um cilindro, entre outros equipamentos industriais e indicados para as atividades. Tudo foi feito dentro das normas da Vigilância Sanitária. Outros utensílios estão chegando aos poucos, assim como alguns ingredientes para Vera fazer suas delícias, com a ajuda das filhas.

Para divulgar seu trabalho, a assistida ainda ganhou cartões de visita, bunner e adesivos. “A minha vida vai mudar bastante coisa e já está mudando. Vou poder contribuir com a casa, o meu marido tem problema no coração e agora somos só eu e meu filho mais velho, que faz trabalhos de servente, para sustentar a casa com seis pessoas, pois ainda tenho um filho de 14 anos”, conta Vera.

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY