Corpus Christi 2023: a Eucaristia e a Presença de Cristo

0
3153

Celebrado na data de hoje, 8 de junho, o Corpus Christi é uma festividade que honra o Santíssimo Sacramento da Eucaristia, reconhecendo a presença real do corpo e do sangue de Jesus Cristo. Esta celebração, que ocorre na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, é um momento especial para os fiéis expressarem sua gratidão e louvor a Deus por esse inestimável dom. Pensando nisso, a SSVP Brasil convidou os padres José Gilmar Moreira, Diretor Espiritual do Conselho Central de Presidente Prudente/SP, e Gilson Feliciano Ferreira, Assessor Eclesiástico para a SSVP Brasil, ligado ao Metropolitano de São Paulo/SP, para refletirem sobre a data. Confira

“O Corpus Christi tem suas origens na cidade de Liége, na Bélgica, no século XII, onde um movimento eucarístico liderado por Santa Juliana de Monte Cornillon ganhou força. Juliana, uma monja da abadia de Cornillon, tinha uma profunda devoção ao Santíssimo Sacramento e desejava uma festa especial em sua honra. Após relatar uma visão que teve da Igreja sem essa solenidade, Juliana compartilhou suas experiências com o bispo de Liége e outros líderes religiosos, incluindo o futuro Papa Urbano IV.

O Papa Urbano IV, influenciado pelo milagre eucarístico de Bolsena, no qual uma hóstia começou a sangrar durante a Missa, promulgou a bula “Transiturus” em 8 de setembro de 1264. Essa bula instituiu a festa de Corpus Christi em toda a Igreja, estabelecendo-a para a quinta-feira após a oitava de Pentecostes. Posteriormente, o Papa Clemente V reafirmou a importância dessa celebração no Concílio de Viena, em 1311.

No Corpus Christi, os fiéis participam da Santa Missa e da procissão eucarística. Durante a Missa, ocorre a consagração do pão e do vinho, que se transformam no corpo e no sangue de Cristo. Após a Missa, inicia-se a procissão, na qual o Santíssimo Sacramento é levado pelas ruas, enquanto os fiéis expressam sua fé e reverência.

Uma característica marcante do Corpus Christi no Brasil é a confecção de tapetes nas ruas por onde a procissão passará. Esses tapetes são feitos com materiais coloridos, como serragem, flores, areia e outros elementos, formando desenhos e mensagens religiosas. Essa tradição, inspirada na entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, é uma forma de demonstrar carinho e reverência a Jesus presente na Eucaristia.

Nesse dia, é importante refletir sobre a solenidade do Corpus Christi e a razão de nossa fé. A Eucaristia é o memorial da salvação divina e a presença viva e real de Jesus Cristo. A participação na Missa e na procissão é uma oportunidade para testemunhar a nossa fé e compartilhar com outras pessoas o significado desse sacramento.

O Corpus Christi é uma ocasião de profundo respeito e adoração à Eucaristia. É um momento em que os fiéis são convidados a alimentar suas vidas espirituais com a presença divina e a vivenciar a espiritualidade vicentina, que valoriza também o cuidado e a solidariedade para com os pobres e necessitados.

Nessa data especial, devemos recordar que Jesus se faz presente não apenas na Eucaristia, mas também nos Pobres, nos sofredores e nos abandonados. Por isso, em muitos lugares, os tapetes confeccionados durante a procissão são feitos com alimentos não perecíveis, agasalhos e outros produtos destinados aos mais necessitados.

O Corpus Christi é um momento de profunda conexão com a presença de Cristo na Eucaristia. Portanto, é essencial acolher essa celebração com respeito e reverência, reconhecendo o valor desse sacramento em nossas vidas e testemunhando nossa fé aos outros.”

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY