SSVP promove primeiro bate-papo on-line sobre eleições

0
1129
A cartilha 'O vicentino e a política' é um dos documentos que trata sobre a SSVP no período eleitoral

A Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) pode apoiar um candidato vicentino? Associados que estejam pleiteando uma vaga eletiva municipal devem se afastar das atividades dentro da instituição? Para responder a estas e outras dúvidas relacionadas ao posicionamento do associado no período eleitoral, a equipe nacional do Departamento de Normatização e Orientação (Denor) promoveu uma reunião on-line com candidatos e lideranças da entidade, na tarde do dia 15 de agosto.

Foram aproximadamente 2h de bate-papo, com mais de 300 participantes. Deles, 48 se identificaram como candidatos a vereador e 4 candidatos a prefeito nas eleições municipais de 2020, relacionados à SSVP: membros, aspirantes, funcionários ou prestadores de serviços.

O confrade Jean de Morais Araújo, membro da equipe nacional do Denor, foi um dos facilitadores da reunião. Ele explicou que a Sociedade de São Vicente de Paulo incentiva a participação no processo eleitoral daqueles associados que tenham vocação para a política, no entanto, ela não apoia nenhum candidato ou partido.

O confrade observa que ao longo dos anos, foram poucas as manifestações oficiais da SSVP sobre a pauta em questão. Um dos principais documentos é a cartilha ‘O vicentino e a Política’ (BAIXE-A AQUI) e Circulares que são lançadas em períodos eleitorais. “O problema é que as Circulares não entram nos detalhes do que se pode ou não fazer, por isso, decidimos esclarecer as dúvidas na live. O evento vem complementar os poucos documentos que a instituição soltou até agora”, enaltece.

A repercussão da iniciativa foi tanta que, em atendimento às solicitações, a equipe do Denor transformou todo o conteúdo do bate-papo em uma Circular, a 050, que pode ser usada no esclarecimento de dúvidas relativas à postura da SSVP no período eleitoral. Inclusive, nela, consta as respostas para as duas perguntas citadas no primeiro parágrafo desta reportagem.

Para ler a íntegra da Circular 050, CLIQUE AQUI

A proposta agora é a criação de uma Instrução Normativa complementar a todos os documentos já publicados sobre o assunto. No entanto, como precisará ser aprovada em assembleia, não há tempo útil para que fique pronta antes das eleições deste ano.

Dúvidas que não estiverem respondidas na Circular 050 podem ser encaminhadas ao e-mail [email protected]

‘SSVP não é palanque político’, esclarece coordenador nacional do Denor

Em resposta a comentários de que a SSVP não deveria se misturar com a política, o confrade Márcio José (coordenador do Denor) discorda. “Nossos Pobres só vão alcançar a dignidade que merecem quando tivermos no poder pessoas realmente interessadas na promoção do bem comum a todos, sem nenhum tipo de distinção”.

Em contraponto, Márcio esclarece que a SSVP não pode ser usada como “palanque político”, permitindo que candidatos se utilizem de seus espaços para campanhas.

PAPEL FISCALIZADOR

Nestas eleições municipais, os coordenadores de Denor dos Conselhos Metropolitanos terão a função de acompanhar a legalidade da participação de candidatos que se intitulam vicentinos dentro dos espaços pertencentes à SSVP.

Fonte: Redação do SSVPBRASIL  

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY