Projeto 13 Casas reforma moradia de família em Senador Canedo, Goiás

0
1273
A entrega das chaves aconteceu no dia 24 de novembro e contou com a presença do confrade Marcio José da Silva, Presidente do Conselho Nacional do Brasil, confrade Antônio Fachin Junior, Interventor do Conselho Metropolitano de Goiânia, confrade Nelson Rodrigues Junio, Coordenador Administrativo do Conselho Metropolitano de Goiânia, consócia Maria José da Silva, Secretária da Conferência São José Operário, representantes da Conferência São José Operário e Santa Liza de Marillac, assim como a família beneficiada

Em Senador Canedo, na área metropolitana de Goiânia, Goiás, o Projeto 13 Casas mudou a vida de uma família em situação de vulnerabilidade. A iniciativa, acompanhada de perto pela Conferência São José Operário, do Jardim Mariliza, Conferência Santa Luíza de Marillac, da Vila Procópio, membros das Irmãs Filhas da Caridade e pelo arquiteto Luiz Felipe de Aguiar, visa proporcionar dignidade e melhores condições de moradia a famílias carentes na região.

A beneficiada, Maria José Fiaia Costa, de 40 anos, mãe de cinco filhos, encontrou na parceria entre as conferências vicentinas e as Irmãs Filhas da Caridade uma esperança para transformar a realidade de sua casa, marcada por dificuldades extremas. “O projeto foi um divisor de águas na minha vida. Com duas crianças com necessidades especiais, a reforma veio em boa hora. A casa era abafada, tinha mofo, o que fazia com que meus filhos ficassem sempre internados, pois eles têm problemas respiratórios também. Eu não tenho condição de fazer nem metade do que foi feito e sou muito a grata a Deus e a todos que nos ajudou nesse projeto. Que possam alcançar outras famílias como a minha.”, conta Maria, matriarca da família beneficiada. 

O Projeto 13 Casas não reforma apenas a moradia, mas também resgata a dignidade e proporciona um novo começo para uma família em necessidade. “Agradeço às Irmãs da Família Vicentina, sem elas o Projeto não aconteceria. Esse foi o primeiro ano que participamos da iniciativa, abrimos o edital para participar do Projeto 13 Casas e, só nesse ano, temos 17 casas reformadas, sendo a da dona Maria uma delas.”, comenta o Presidente do Conselho Nacional do Brasil (CNB), Marcio José da Silva, que esteve presente no evento de entrega da reforma, que aconteceu no dia 24 de novembro 

Encontro da família de Maria

O Projeto 13 Casas começou quando a irmã Maria Lucia Ramos, da Congregação Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, procurou os membros da Conferência São José Operário em busca de uma parceria. Através dessa colaboração, foram identificadas três famílias em situação de vulnerabilidade extrema. A seleção da família para o projeto levou em consideração a urgência das necessidades, e a escolhida foi a de Maria José Fiaia Costa.

“Maria José Fiaia Costa, uma guerreira que luta diariamente pelo bem-estar de seus cinco filhos, enfrentava desafios e, com o auxílio das conferências vicentinas e das Irmãs Filhas da Caridade, a família encontrou não apenas um lar renovado, mas também uma nova perspectiva de vida.”, comenta a consócia Maria José da Silva, Secretária da Conferência São José Operário, que acompanhou todo o processo de reforma. 

O projeto contou com a participação ativa das Conferências São José Operário, do Jardim Mariliza, Goiânia, e Santa Luíza de Marillac, da Vila Procópio, bairros da cidade de Goiânia/GO, e um investimento de R$63.587,00, contabilizando o apoio do CNB, arrecadações e investimento do Projeto 13 Casas. A reforma estrutural da casa, liderada por uma empresa parceira, abordou problemas como infiltração, falta de ventilação e condições insalubres.

As melhorias incluíram a correção do telhado, a criação de um quarto adicional, a reforma do banheiro, a pintura completa da residência e a abertura de corredores para proporcionar melhor circulação de ar. Tudo foi possível devido às parcerias das empresas Empório Materiais de Construção, WR Serviços de Eletricidade, Ello Tintas, Ágape Marmoraria, Toca Pré-Moldados e dos profissionais Francisco Eudisberg e Nilsomar dos Santos. Além do acompanhamento do arquiteto Luiz Felipe de Aguiar.

“Para nós é uma alegria participar da promoção de uma família, no resgate da dignidade de uma moradia para uma mãe poder zelar pelos seus filhos. Para a família, é a realização de um sonho que parecia impossível”, finaliza a consócia Maria José. 

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY