Vicentinos brasileiros recebem homenagem na Câmara dos Deputados

0
1265
Mesa composta por deputados e vicentinos
Mesa composta por deputados e vicentinos

Nessa segunda-feira (25), a Câmara dos Deputados promoveu uma sessão solene em homenagem ao “Dia Nacional dos Vicentinos”, previsto na Lei nº 11.536/2007, que está em vigência há 10 anos. O presidente do Conselho Nacional do Brasil, confrade Cristian Reis da Luz, tendo em vista o nascimento da filha Helena, foi representado na ocasião pela consócia Cida Peteck, vice-presidente para a Região III da SSVP, que engloba os Estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul (assista ao discurso dela acima).

Parlamentares e vicentinos se revezaram na tribuna e demonstraram todo o reconhecimento ao trabalho da SSVP, dentre eles, o presidente do Conselho Metropolitano de Brasília, confrade Thiago Tibúrcio. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), enviou uma mensagem na qual reforçou que as “desigualdades econômicas atingem patamares inaceitáveis e que a prática vicentina tem um valor inestimável”. “Os vicentinos realizam um trabalho de enorme relevância e credibilidade, que visa a assistência de pessoas em situação de vulnerabilidade social. Assim como fazem os vicentinos, é preciso que a sociedade civil ajude mais, pois o Estado não consegue chegar a todos os lugares”, defendeu Maia.

O autor do requerimento de realização da sessão solene, deputado Rôney Nemer (DF), elogiou a ação vicentina e destacou as atividades sociais promovidas pelos vicentinos no Brasil. “Os vicentinos se preocupam com a melhoria das condições de vida dos brasileiros mais humildes, complementando as ações sociais feitas pelo governo. A visita semanal às famílias carentes é fundamental. Levar não somente o alimento, mas uma palavra amiga. Às vezes, essas famílias se sentem tão excluídas que pensam que até Deus as abandonou, o que não é verdade. E aí chegam os vicentinos para trazer aquela palavra de fé sobre Jesus. Precisamos ter mais amor ao próximo”, observou o parlamentar. O deputado ainda ressaltou que o trabalho vicentino é feito por voluntários e “de maneira silenciosa, mas com muita eficiência e amor”.

Já o deputado Miguel Lombardi (SP) fez uma saudação especial aos jovens, garantiu que o gabinete dele está aberto a todos os vicentinos do Brasil e que lutará arduamente para obter um assento para a SSVP no Conselho Nacional de Assistência Social, instância pública mais importante para a definição de políticas públicas voltadas para as pessoas mais humildes. “O trabalho dos vicentinos faz a diferença, especialmente hoje, num mundo egoísta e individualista”, comentou o deputado, que vem destinando recursos em emendas parlamentares para dezenas de Obras Unidas em São Paulo.

Consócia Cida Peteck
Consócia Cida Peteck

A consócia Cida Peteck, em nome do Conselho Nacional do Brasil, iniciou sua fala destacando que é preciso tratar os Pobres como “nossos superiores”. “O serviço da caridade não é simplesmente uma opção para a SSVP. É, na verdade, um pedido de Deus a Ozanam e a todos nós, hoje, confrades e consócias. Não existe fé cristã sem o compromisso social. Que a ação vicentina possa mudar a vida de tantos Pobres e, por isso, devemos denunciar os descasos que atingem a nossa nação. Sejamos sempre portadores de uma mensagem de esperança, especialmente para os Pobres que são esquecidos. Em nome do Conselho Nacional, agradecemos por essa homenagem prestada pela Câmara aos vicentinos”, ressaltou Cida.

O presidente-geral da SSVP, confrade Renato Lima, centrou o discurso nas características mais marcantes do vicentino: “O vicentino é um eterno abençoado. É um missionário vocacionado, por natureza. Dedicado às causas altruístas. Discreto e sensível em estender a mão amiga a quem dela precisa. Possui amigos em todas as partes do mundo. Defensor da família e dos valores do Evangelho. Pessoa de fé, católico praticante e apoiador da Igreja. Pessoa de oração e de ação. Sempre disponível e solidário. Criativo e inovador. Propagador da cultura da paz. Amante da justiça e inconformado com as injustiças sociais. Difusor da Doutrina Social da Igreja. Focado no próximo, focado no outro. Voluntário por natureza. Educador de mão cheia. Comprometido com a construção de um mundo melhor, mais justo e isonômico, com oportunidades para todos”.

O presidente da Creche São Vicente de Paulo, confrade Antônio José da Silva Araújo, representou todas as obras vicentinas pelo Brasil e destacou a importância da assistência dirigida às crianças. “A educação vicentina é diferente, pois leva em consideração o carisma de São Vicente de Paulo na prática educacional. São Vicente era um homem todo caridade, cheio de humildade, zelo, oração e simplicidade. Todas essas virtudes evangélicas são aquelas que queremos transmitir às crianças atendidas na nossa querida creche, e também aos funcionários e aos pais desses alunos”, afirmou. A creche é uma obra unida da SSVP e se localiza em Cruzeiro Velho (DF), cuidando de 120 crianças de famílias humildes.

Dom Fernando com crianças da Creche São Vicente de Paulo
Dom Fernando com crianças da Creche São Vicente de Paulo

Fechando com “chave de ouro” a solenidade, usou da palavra Dom Fernando Guimarães, arcebispo militar do Brasil, que centrou seu discurso na figura pública de Ozanam. “Reconhecemos o trabalho da SSVP não somente pelas ações de caridade cristã realizadas, mas, sobretudo, pelo foco na cidadania e na responsabilidade social. Ozanam era um intelectual que dizia que política e religião não são elementos contraditórios, mas que podem estar unidos na construção de um mundo melhor. O Brasil vive um momento delicado, cuja raiz fundamental é a crise da ética, da moral e do bem comum, onde predomina o individualismo. A resposta que devemos dar é a resposta dada diariamente pelos vicentinos, em seu trabalho social”, externou. Registre-se que Dom Fernando conhece profundamente a biografia de Ozanam, pois, nos anos 90, foi um dos responsáveis pelo envio, ao Vaticano, do relato do milagre do menino Fernando Ottoni para a beatificação de Ozanam.

Também usaram da palavra o vereador Alessandro de Jesus (Santo Antônio do Descoberto-GO), o assessor Valdemar Ottani (representando o senador Pedro Chaves) e a deputada Érika Kokay (DF). Durante a cerimônia, foram cantados o Hino Nacional e Hino Internacional da SSVP (“A Luz”). Um dos destaques da sessão solene foi a presença das crianças da Creche São Vicente de Paulo.

 

Para assistir ao evento por completo, basta clicar em:

http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/webcamara/arquivos/videoArquivo?codSessao=67875

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY