Relíquia possibilita ‘momento único’ para vicentinos do CM Pouso Alegre

0
1061

Faltam palavras que descrevam toda a alegria e emoção da passagem da relíquia do bem-aventurado Antônio Frederico Ozanam pelo Conselho Metropolitano de Pouso Alegre (MG). Segundo o presidente da Unidade Vicentina, confrade Carlos Donizeti Barros, este tem sido um “momento único”, avalia.

Segundo ele, os confrades e consócias da área têm demonstrado muita devoção ao principal fundador da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), participando de todas as atividades que estão acontecendo nos nove Conselhos Centrais vinculados. “Esta é a chance de reunir todos os confrades e consócias nesta importante ‘rede de caridade’”.

A relíquia está hoje (24) com os vicentinos do Conselho Central de Alfenas. A peregrinação na área vai até o próximo dia 2 de outubro, quando a relíquia será levada para o Conselho Metropolitano de Porto Alegre (RS).

Ainda no CM de Pouso Alegre, ela tem visitado as Obras e vicentinos afastados por motivo de doença.

 

RELÍQUIA

A relíquia consiste em um pedaço de linho na cor creme, que o bem-aventurado usava quando foi enterrado. O tecido era parte de um manto colocado para envolver o corpo, segundo um ritual típico dos franciscanos, porque Ozanam também participava da Ordem Terceira Franciscana.

Em 1929, quando houve a exumação do corpo, a família do principal fundador da SSVP autorizou que o Conselho Geral Internacional retirasse uma parte do linho para transformá-lo em pequenas relíquias. Uma delas foi doada ao CNB no ano passado (2017), durante a posse do presidente Cristian Reis da Luz e diretoria. E é ela que peregrinará pelo país.

A relíquia foi afixada em uma imagem de cerâmica que retrata Ozanam. A estatueta é envolta a uma cúpula de vidro. O objeto constitui uma forma de manter sempre viva a memória do principal fundador e torna-se também um item de veneração.

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY