Mineira e Paranaense vencem o concurso Pintando a Fraternidade de 202

0
1804

A Comissão Organizadora do Concurso Pintando a Fraternidade, idealizado pela Coordenação Nacional das Conferências de Crianças e Adolescentes, se reuniu no último sábado, dia 8, no Rio de Janeiro, para selecionar os desenhos vencedores da edição deste ano. Entre os 817 trabalhos, a mineira Nicolly Souza Santos, de 11 anos, da cidade de Espinosa, levou o primeiro lugar na Categoria A (de seis a 11 anos) e a paranaense Kamila Magalhães da Silva, de 15 anos, da cidade de Engenheiro Beltrão, venceu a Categoria B (de 12 a 15 anos). As duas vão ganhar uma viagem ao Beto Carreiro World, em Santa Catarina, com um acompanhante e uma imagem da padroeira da Região a qual pertence.

Neste ano, o Pintando a Fraternidade teve o tema “Fraternidade e Educação: fala com sabedoria, ensina com amor”. (Cf. Pr 31,26). As crianças também poderiam ilustrar o tema do Ano Temático “Missões: Saber Cuidar”, que foi o que as duas vencedoras fizeram com excelência

As duas ganhadoras estrearam este ano no concurso e mal conseguiram se conter de tanta felicidade quando receberam a notícia, no domingo, dia 9. “Estou muito feliz de ter ganhado. Eu quis mostrar com meu desenho um ato de caridade que qualquer um pode fazer, que é ir visitar quem precisa, seja Pobre, idoso ou doente. Eu sempre faço isso, vou visitar idosos atendidos pela SSVP e eles ficam tão felizes e sou muito bem acolhida”, conta a pequena Nicolly, toda emocionada, que há dois anos participa da Conferência São José.

A emoção de Nicolly foi a mesma de Kamila ao saber do resultado do concurso. “Estou sem palavras e muito feliz. Com meu desenho, quis passar a sensação da visita aos assistidos, acompanhada de um anjo, que mostra a presença de Deus. Sempre que vou às visitas, me sinto muito feliz e sinto a presença de Deus”, conta a adolescente, que desde o nove anos participa da Conferência São Cosme e Damião e sempre foi apaixonada por desenho, tendo até ganhado um concurso municipal em sua cidade.

Para a Coordenadora Nacional das CCA’s, Maria Aparecida Peteck Alencar, conhecida como consócia Cida, o concurso foi um sucesso. “Temos que agradecer a todos os orientadores de CCA que se disponibilizaram e incentivaram suas crianças a participarem. O que vimos na seleção dos desenhos foi muito dom artístico e um olhar diferenciado que nossas crianças e adolescentes têm do mundo e dos temas propostos. Foi muito enriquecedor. O concurso deste ano teve uma responsabilidade um pouco maior do que as outras edições, por se tratar de um momento muito difícil em que vivemos, onde muitas Conferências de Crianças e Adolescentes estão voltando a se reunir. Precisamos formar crianças com consciência de que algum dia elas estarão em nossos lugares dando continuidade a essa grande Rede de Caridade e pelo que vimos, estamos no caminho certo”, comemora.

O presidente do Conselho Nacional do Brasil (CNB), Márcio José da Silva, destacou a adesão das crianças e adolescentes ao concurso. “Vejo com alegria a participação de nossas crianças e adolescentes na 7ª edição do Concurso Pintando a Fraternidade e agradeço e parabenizo a equipe organizadora, os coordenadores e orientadores de CCA1s, e principalmente nossas crianças e adolescentes pela participação. O Concurso Pintando a Fraternidade é uma expressiva ação da SSVP no Brasil, motivando e envolvendo as crianças e adolescentes na caminhada de Igreja em sintonia com Missão Vicentina, a partir dos temas que trazem como proposta o tema e o lema da Campanha da Fraternidade de cada ano e Tema do Ano Temático da SSVP, incentivando, através da arte do desenhar e pintar, a visão e perspectiva de nossas crianças e adolescentes sobre o que nos propõe a Igreja Católica e a SSVP na nossa caminhada de Comunidade e na vivência de nossa vocação na Conferência e na casa dos Pobres. Todos os desenhos são lindos e mostram quantos artistas estão presentes em nossa SSVP naquelas que são “show”: as nossas CCA’s”, afirma.

Confira os demais vencedores

Categoria A

2ª lugar – Bernardo da Cruz Silva (não sei se o nome é esse, porque a foto tava escura), de 8 anos, da CCA São Francisco de Assis, da cidade de São Domingo das Dores/MG – Prêmio: um tablet e uma imagem da padroeira da Região a que pertence

3° lugar – Ana Luiza de Araújo, de 9 anos, da Conferência São Pedro, da cidade Brazlândia/DF – Prêmio: uma bicicleta e uma imagem da padroeira da Região a que pertence

Categoria B

2º lugar – Stefany da Silva Carvalho, de 14 anos, da CCA São Tarcísio, de Botucatu/SP – Prêmio: Um Notebook e uma imagem da padroeira da Região a que pertence

3° lugar: Rafael Gustavo Nunes da Silva, de 12 anos, da Conferência Santa Inês, de Guimarânia/MG – Prêmio: um Tablet e uma imagem da padroeira da Região a que pertence

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY