Encontro da Região V ressalta o compromisso vicentino e o cuidar de si

0
638

O Encontro da Região V aconteceu de 11 a 13 de novembro na cidade de Anápolis/GO com 74 participantes, sendo na maioria presidentes de Conselhos Centrais e as coordenações da CCA Ecafo, CJ. Missionários, Decom e Denor dos cinco Conselhos Metropolitanos (Anápolis/GO, Brasília/DF, Goiânia/GO, Patos de Minas/MG e Uberaba/MG). Com o tema “Ser vicentino: uma vocação vivida na Conferência Junto aos Pobres”, o encontro ofereceu palestras, dinâmicas, momentos de espiritualidade e muita alegria.

“O encontro foi voltado para a espiritualidade, para o compromisso vicentino e o cuidar de si. Nossos brilhantes palestrantes foram escolhidos a dedo pelo Espirito Santo de Deus, sendo eles o Padre Emanoel Bedê (CM), Assessor Espiritual do CNB; confrade Valter José de Castro, do CM de Brasília; a psicóloga Adrielly Siebert; o confrade Junio Valentim, 5º Vice-presidente do CNB; Dom Dilmo Franco, bispo de Anápolis e a consócia Suamy Santiago, do CM de Anápolis. Tivemos visitantes ilustres, como a consócia Fabiana Oliveira, Vice-presidente para a Região III, confrade Paulo Cesar, do Projeto Cantando a Caridade, e o cantor goiano Tarcísio Pereira, que animou o Encontro”, conta a Vice-presidente para a Região V, consócia Vânia de Fátima Garcia Siebert.

Vânia destaca momentos importantes do evento, como a oração da manhã do domingo, que foi realizada pela coordenação da CCA e contou com a participação de 14 crianças e adolescentes da CCA São Rafael Arcanjo (CP Nossa Senhora d’Abadia, CC de Anápolis, CM de Anápolis).

Crianças da CCA São Miguel Arcanjo

Outro ponto ressaltado do evento foi a roda de conversa, que levou os participantes a discutirem o que os Conselhos Metropolitanos esperam dos Centrais e vice Versa e o que o CNB espera deles. “Discussões como essa nos levam a refletir no que podemos nos ajudar, nos espelhar para atender melhor aos nossos Mestres e Senhores. São momentos essenciais para a nossa caminhada vicentina, de avaliação e de planejamento. Todos se entregaram muito às palestras, às dinâmicas. Com certeza, saímos mais revigorados, renovados em esperança e em passos a serem dados”, avalia.

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY