Vicentinos declaram amor pela SSVP

0
3252

A Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) comemora nesta terça (23) os 186 anos de presença evangelizadora e transformadora nas vidas dos Pobres. Em 1883, o Bem-aventurado Antônio Frederico Ozanam e um grupo de amigos, ao perceberem a situação de abandono que viviam as pessoas carentes em Paris, decidiram criar uma Conferência de Caridade para assisti-las.

A ação daqueles jovens de aliviar o sofrimento material e espiritual dos Pobres foi logo ganhando adeptos no mundo todo. Hoje, a SSVP está em mais de 150 países.

NÚMEROS

 1.5 milhão de pessoas que recebem a assistência da SSVP no Brasil

1 tonelada de alimentos são distribuídos semanalmente pelos vicentinos

 153 mil membros possui a SSVP no Brasil

751 é o número de Obras Unidas da entidade, que são educandários e principalmente Instituições de Longa Permanência (ILPIs), a exemplo de asilos.

DECLARAÇÕES

 O Departamento Nacional de Comunicação (Decom) lançou ontem à noite no Facebook uma campanha, incentivando com que os vicentinos declarassem o amor deles pela SSVP. Confira alguns comentários a seguir e acesse a página do CNB para ler as outras postagens:

 

“Ser vicentina significa a oportunidade de chegar bem perto de Jesus na pessoa do necessitado e me tornar melhor” – consócia Lúcia Guimarães, membro da Conferência Santo Antônio, de Barretos (SP)

 

 

 

“Posso dizer com muito orgulho que a SSVP é a minha segunda família, pois Deus me deu a oportunidade de crescer, amadurecer e ainda me confiou a orientar uma Conferência de Crianças e Adolescentes (CCA), onde meus filhos também participam. Só tenho a agradecer a esta instituição de caridade e de muito amor aos Pobres, que são nossos Mestres e Senhores” – consócia Enilda Vidal, Conferência São Gabriel Arcanjo, em João Pinheiro (MG)

 

“Não existem caracteres suficientes para descrever em palavras a transformação que a SSVP fez em minha vida. Só posso dizer do prazer que sempre tive em auxiliar o próximo. A SSVP me aproximou mais de Cristo. A caridade e a compaixão nos dignificam a estar em conexão com Deus. Ver o sorriso de um irmão transborda de alegria nossos corações. Que todos consigam viver essa experiência da caridade. Que Deus a todos” – consócia Rita de Barros, de São José dos Campos

 

“Amar a SSVP é seguir o Evangelho. É dedicar atenção ao próprio Cristo. Ser vicentino para mim significa ter a oportunidade de criar amigos, suar a face para ver esperança nos olhos do meu irmão que chora muitas vezes silenciosamente. Amor incondicional por este movimento que tanto me aproxima de Cristo” – confrade Maurício Lima, Conferência Menino Jesus, em Aparecida (SP)

 

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY