LONGEVIDADE: idosos em Lares da SSVP ultrapassam os cem anos

0
563
O senhor Maurício tem 105 anos

Quando Santos-Dumont alçou voo a bordo do 14-Bis, em 1906, D. Luzia Cândida da Silva já tinha nascido. Depois, ela assistiu à segunda Guerra Mundial, à vitória da seleção brasileira em cinco Copas e, agora, à pandemia do novo Coronavírus. Parafraseando o cantor Raul Seixas: não tem nada nesse mundo que D. Luzia não saiba demais. Ela tem 114 anos e mora no Lar São Francisco de Assis, em Formiga (MG), Obra Unida da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP).

A exemplo dela, os Lares Vicentinos são repletos de moradores centenários. Isso demonstra o quão bem cuidados são pela equipe técnica, vicentinos e voluntários. Hoje, o site SSVPBRASIL mostra dois idosos que já passaram da casa ‘do cem’.

Recentemente, D. Luzia sofreu um derrame e está acamada. Antes, fazia tudo sozinha, inclusive, adorava se enfeitar com brincos, colares e pulseiras. “Eu acredito que o segredo da D. Luzia é a felicidade e a vontade de viver, sempre demonstradas com o sorriso no rosto”, relata o confrade Carlos Henrique Silva, presidente da Obra.

Em União dos Palmares, na Casa do Pobre Santo Antônio, o senhor Maurício Zacarias da Silva já viu tantos acontecimentos da vida, que ele diz ter 205 anos, mas, na verdade, tem 105. Nasceu no dia 14 de setembro de 1914. Não gosta muito de conversa. O que ele adora fazer é beber café. “O senhor Maurício sempre fala assim: ‘traz aí um café para esquentar as tripas’”, descreve o cuidador de idosos, David Barros.

Quando questionado sobre qual seria o segredo para a longevidade, o centenário desconversa. Também só responde com uma risada quando o assunto é namoro.

– Senhor Maurício, o senhor gostaria de arrumar uma namorada?, pergunta a jornalista.

Ele não diz nem Sim, nem Não. Apenas sorri, arrancando gargalhadas de toda a equipe do Lar.

O que D. Luzia e o senhor Maurício têm em comum é o sorriso. Talvez, esta seja uma lição. Independente se vai viver 10, 20, 100 ou 150… enquanto tiver vida, sorria!

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY