Cantores gravam músicas a troco de cestas básicas para a SSVP

0
832
Álic e Lívia são benfeitores da SSVP em Belo Horizonte (MG)

Sem criatividade para presentear o amor da sua vida neste Dia dos Namorados? Gostaria de surpreender um (a) aniversariante com algo diferente? Dois benfeitores da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), em Belo Horizonte (MG), criaram um presente inusitado, e que ainda resulta em ações de caridade.

Funciona assim: você escolhe a música e os irmãos Álic Andrada e Lívia Carlota fazem um vídeo totalmente personalizado para a pessoa que receberá o presente, cantando e tocando a canção escolhida. O pagamento, em vez de ser feito em dinheiro, é em cestas básicas que estão sendo doadas para as famílias assistidas pela Conferência Nossa Senhora da Conceição.

A iniciativa deu tão certo que só para este dia dos Namorados, os irmãos já gravaram cerca de 10 músicas.

Quem não mora em Belo Horizonte também pode participar. Basta depositar o dinheiro equivalente a uma cesta básica, que eles compram os itens.

Álic e Lívia são filhos da consócia Marineuza Andrada. Ao ouvirem a mãe comentando que as doações tinham diminuído desde que a pandemia do novo Coronavírus começou, eles tiveram a ideia de criar este projeto, intitulado Muito amor envolvido.

Clique no vídeo a seguir e assista ao couver da música Duas Metades, da dupla Jorge & Mateus  

Como bares e restaurantes estão fechados, os irmãos também estão sem a fonte de renda, no entanto, eles viram que tinha gente muito mais necessitada. “Precisamos nos readaptar, mas o básico não nos falta. Agora, muitas pessoas estão sem o básico e precisam de ajuda”.

A iniciativa foi pensada para o Dia dos Namorados, mas vai se estender para outras comemorações. “Queremos oferecer um presente cheio de amor; tanto para quem vai ganhar, quanto para as famílias carentes que receberão as cestas básicas”.

O contato dos músicos é (31) 97523-5657. Eles estão no Instagram como @liv.andrada e @alicandrada

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY